27 de ago de 2009

Disponível Chromium 64 bits para Linux

Os desenvolvedores do Google anunciaram que já está disponível o Chromium, a versão GNU de 64 bits do navegador Chrome para Linux. O Chromium utiliza o V8, o motor de JavaScript do Google Chrome que todavia não compila para Windows 64 bits.




Publicado originalmente em: www.noticiaslinux.com.br

*Links corrigidos.

21 de ago de 2009

Lançado Pidgin 2.6.1

A grande novidade é audio e vídeo no protocolo XMPP!

Para instalar, baixe os seguintes pacotes:

http://getdeb.fastbull.org/ubuntu/jaunty/pi/pidgin-data_2.6.1-1~getdeb1_all.deb


http://getdeb.fastbull.org/ubuntu/jaunty/li/libpurple0_2.6.1-1~getdeb1_i386.deb


http://getdeb.fastbull.org/ubuntu/jaunty/pi/pidgin_2.6.1-1~getdeb1_i386.deb
Pelo Gdeb tava dando erro ao instalar o pidgin-data. Então recomendo guardar tudo numa pasta e dar o comando:
sudo dpkg -i *.deb
E pronto, está atualizado.

Ou então espere ficar disponível no launchpad, para atualizar pelo repositório, conforme esta dica:
Tudo ou quase tudo sobre o mensageiro Pidgin.

abraços.

17 de ago de 2009

Verificador Ortográfico para Firefox 3.5 liberado

A extensão Verificação Ortográfica pt-br já esta disponível para download, os novos recursos são:

  • Banco de dados atualizado com atual versão do Vero
  • Suporte a Firefox 3.5.x
  • Suporte a Thunder Bird 3.0.x
  • Suporte a Sea Monkey 1.1.x

Download

Fonte: Post de Vinícius Della Líbera no site /www.dicas-l.com.br

13 de ago de 2009

Usando o Wine, por Carlos Morimoto

Segue o artigo publicado no GDH, por Carlos Moritmoto.

A sigla "Wine" significa "Wine is not an Emulator", ou seja, diferentemente do VMware e do Qemu o objetivo do Wine não é rodar uma cópia do Windows e rodar programas dentro dela, mas sim ser uma implementação livre da API do Windows, permitindo executar programas Windows diretamente, como se fossem aplicativos nativos.


Leia mais...

10 de ago de 2009

Restaurando o Grub no Ubuntu e enganando o Windows

Segue a dica do Sr.Wander Barbato, publicado no site do Dicas-L.

Tenho um computador com dual boot há algum tempo (Ubuntu + Windows), porém faz uns 2 anos que não uso mais o Windows nele. No entanto, outro dia formatei (sem querer) a partição do Windows e, como estava precisando de um espaço para meu /home, resolvi montá-lo nesta "nova" partição :-)

Até aí tudo bem. Coloquei outro HD no micro e resolvi instalar o Windows, pois periodicamente preciso instalar e homologar alguns softwares "for Windows" que usamos na nossa instituição.

Como era de se esperar eu perdi meu Grub. Usei um Live CD do Ubuntu, conferi o arquivo de configuração do Grub e restaurei o mesmo (vide o artigo Como reinstalar ou restaurar o GRUB.

O problema é que o meu Ubuntu estava instalado no HD mestre (/dev/sda); já o Windows eu instalei no HD escravo (/dev/sdb). Descobri que o Windows só funciona se estiver instalado no primeiro HD (que maravilha, hein...).

Foi aí que descobri a opção map do Grub. No Grub, o primeiro HD é identificado por hd0, o segundo é identificado por hd1 e assim por diante. Na configuração do ponto de partida para o Windows (que está em hd1), eu acrescentei a linha de comando:

 
map (hd1) (hd0)

Dessa forma, quando é invocado o boot através do Windows, este comando mapeia hd1 em hd0, enganando o Windows.

Veja como ficou o meu arquivo de configuração do Grub (/boot/grub/menu.lst):

  
default 0
timeout 10
password --md5 senha_cifrada

# Boot pelo Linux
title Ubuntu 8.04
root (hd0,2)
kernel /boot/vmlinuz-2.6.24-24-generic root=/dev/sda3 ro quiet splash locale=pt_PT
initrd /boot/initrd.img-2.6.24-24-generic
quiet

# Boot pelo Windows
title Windows XP
rootnoverify (hd1,0)
map (hd1) (hd0)
makeactive
chainloader +1

5 de ago de 2009

OpenOffice 3.1 no Ubuntu, rápido e fácil

Segue um artigo do blog linuxacessivel.org sobre a instalação do open office 3.1 no Ubuntu 9.04.

No Terminal, execute os comandos:

Adicione as linhas abaixo ao arquivo /etc/apt/sources.list:

sudo gedit /etc/apt/sources.list

deb http://ppa.launchpad.net/openoffice-pkgs/ppa/ubuntu jaunty main
deb-src http://ppa.launchpad.net/openoffice-pkgs/ppa/ubuntu jaunty main

Salve (CTRL+s) e feche (CTRL+Q).

Importe a chave para o repositório do Launchpad.

sudo apt-key adv --keyserver keyserver.ubuntu.com --recv-keys 247D1CFF

Agora basta atualizar seu sistema.

sudo apt-get update

sudo apt-get dist-upgrade

Pronto, OpenOffice devidamente atualizado e sem causar prejuízos ao sistema, como em outras alternativas que circulam pela internet.

*OBS: Este procedimento atualiza para o OpenOffice 3.1 e não para o BROffice 3.1

Fonte: http://www.linuxacessivel.org